23 de fev de 2011

Ufos Triangulares, nova invenção norte americana


TR3B
(Pessoas envolvidas nas operações da nave em 1987 em Groom Lake, as pessoas na foto não é possível se dizer se são "Grays" ou pessoas ou pessoas disfarçadas de Grays)
Bom se você viu algum deles, não é uma nave alienígena e sim tecnologia militar dos Estados Unidos, ou quem sabe ainda eles estão tendo uma "instrução" particular em suas naves com seus amiguinhos cabeçudos (Grays)
Eles são leves, e altamente imperceptível e nenhuma frequência pode capta-los, podem entrar na água e sair sem se molhar, podem dar um giro no planeta atingindo a velocidades superiores a Mach-5, ou 5 vezes a velocidade do som altitudes de mais de 120.000 pés . Ou seja, mais 3300 milhas por hora. Desde a descolagem ea aterragem para o 75 furtivo pode fazer a viagem de volta a partir de Nevada central para o Nordeste da Rússia e voltar em menos de três horas. É 162 metros de comprimento e tem uma envergadura de 98 pés. A barriga do veículo fica 10 metros do chão.  a velocidade do som.
Podem invadir qualquer país a qualquer momento e levar consigo o que quiser ( de equipamentos) e podem estacionar pelo "ar" a quantas horas quiser, pode filmar e até mesmo estourar pipocas do seu microondas,
é capaz de posicionar em qualquer lugar do mundo em menos de três horas. Ele carrega sensores multi-espectrais, tais como radar, infravermelho e laser. Ele coleta imagens, eletrônicos de inteligência, inteligência de sinais, e ilumina os objectivos.
estamos falando da Tecnologia Ufo militar "TR3B e Similares como o top secret SR-75"
Após diversas pesquisas, podemos afirmar que o formato tradicional do disco voador (circular ou oval, arredondado em geral) já se encontra ultrapassado. Os laboratórios militares vêm utilizando um sistema anti-gravitacional chamado Magnetic Flux Field Disruptor (MFD). Basicamente, consiste de uma cápsula de 1m de diâmetro circular, com mercúrio e bário pressurizados a cerca de 70.000 bars e uma potente bobina de Tesla construída ao redor da cápsula, alimentada por um sistema elétrico nuclear gerando pulsos de milhares de ampéres.
De acordo com a circulação do pulso elétrico da bobina, a cápsula metálica e a mistura de metais líquidos em seu interior, passam a girar em uma velocidade incrível, produzindo assim, uma distorção eletromagnética ao seu redor - sintonizada na freqüência inversa da gravidade da Terra, seguindo uma lei de Einstein: todo objeto que gira, distorce a gravidade ao seu redor. Este sistema foi criado no laboratório Lawrence Livermore nos EUA, onde são efetuadas experiências com produção controlada de buracos-negros, anti-matéria, wormholes (buracos de minhoca, chamados “atalhos”no tempo) e distorção do espaço/tempo.
O advento do MFD criou uma nova concepção para a criação de aeronaves, porque a partir do momento em que não existe mais gravidade ao redor, elimina-se a necessidade da aerodinâmica que, sempre foi um fator limitador para que aeronaves rompam além da tradicional estrutura típica dos aviões atuais.
Assim, além de passar a possuir a capacidade de “deslizar na atmosfera”, passa-se a produzir velocidades impensáveis e manobras até então impossíveis.
O MFD extrapola todas as regras presentes em manobras na atmosfera terrestre e na física convencional. Seu uso prático foi marcado pela curiosa aeronave TR3-B , de formato triangular equipada com um motor central e 3 motores secundários, localizados em cada vértice do triângulo. Durante o funcionamento, devido ao aquecimento e as emissões infra-vermelho, ocorre um processo de luminosidade nas suas pontas, ficando ele parecido com uma nave de ficção científica.
Os novos discos voadores baseados na tecnologia MFD seguem a linha de construção em formato triangular, escolhido pelos projetistas por distribuir melhor o fluxo eletromagnético ao redor da fuselagem. Esta propriedade vai acabar de vez com o formato discóide, mostrando que o “disco voador do futuro” é triangular.
APARIÇÕES PELO MUNDO:




Nos Estados Unidos


Na Bélgica em 1990

No México

No Brasil


Estados Unidos em Pittsburgh






Rússia

Bélgica

Israel


OUTROS LOCAIS:









E assim os Estados Unidos vai tentando impor a sua tecnologia e claro de "Terceiros" para mundo mostrando mais uma vez o seu império.