14 de fev de 2011

Fóssil de réptil com dentes similares aos de mamíferos é achado na Áfric

Ossos foram encontrados na região do Lago Rukwa, na Tanzânia.
Exemplar do 'Pakasuchus' teria vivido até 110 milhões de anos atrás.

Os ossos de um antigo crocodilo foram encontrados na Tanzânia, leste da África, e geraram discussão sobre a vida animal há 100 milhões de anosna África Subsaariana, já que o animal possui arcada dentária similar a de mamíferos. Achado na região do Lago Rukwa, o fóssil pertence a uma nova espécie conhecida comoPakasuchus, e possui aparato dentário para processar comida, de forma parecida como o fazem mamíferos carnívoros.

Esqueleto do 'Pakasuchus kapilimai', visto de perfil. A cauda do animal, à esquerda da foto, se prolonga até o crânio do animal, no topo da imagem. 
Esqueleto do 'Pakasuchus kapilimai', visto de perfil. A cauda do animal, à esquerda da foto, se prolonga até o crânio do animal, no topo da imagem. (Foto: Patrick O'Connor, Ohio University)

A descoberta foi divulgada nesta quarta-feira (4) e integra a edição desta semana da revista científica Nature. Segundo os especialistas, o animal teria um crânio com o tamanho de um palmo de mão e teria sido comum entre 110 milhões e 80 milhões de anos antes dos tempos atuais.
A nova espécie não guarda muita semelhança com os crocodilos atuais, mas representa um segmento bem sucedido da família crocodylidae que viveu durante a Era Mezozoica, faixa de tempo que compreende três períodos e vai de 265 milhões a 65 milhões de anos atrás.
Responsável pela equipe responsável pela descoberta, o professor Patrick O'Connor, da Universidade Ohio, em Athens, nos Estados Unidos, iniciou a pesquisa sobre crocodilosParasuchus em 2008. O autor principal do estudo publicado na Nature já encontrou outros sete resquícios da espécie no sudoeste da Tanzânia.

Reprodução artística do réptil 'Parasuchus', que teria vivido entre 110 e 80 milhões de anos atrás. 
Reprodução artística do réptil 'Parasuchus', que teria vivido entre 110 e 80 milhões de anos atrás. (Foto: Mark Witton, University of Portsmouth)

A fileira com dentes molares intriga os especialistas. Geralmente, crododilos do período Cretáceo - uma das divisões da Era Mezozoica, entre 145 milhões e 65 milhões de anos atrás - apresentam dentes simples, cônicos, usados para matar e cortar grandes nacos da presa.
Fonte: G1