14 de fev de 2011

Novas imagens da "face" de Marte


Nova imagem pouco lembra a face de Marte (dir.) Foto: Divulgação
A nova imagem (dir.) pouco lembra a fotografia obtida dos anos 70 (esq.)
Foto: Divulgação
Imagens do equipamento HiRISE, parte da sonda Mars Reconnaissance, mostram uma formação rochosa de Marte que ficou famosa após, em uma fotografia dos anos 70, parecer similar a uma face. Já foi até especulado que a "face" era um artefato de uma antiga civilização marciana e que a história estava sendo escondida pela Nasa - a agência espacial americana. Várias imagens foram feitas novamente ao longo dos anos e elas, assim como as mais recentes, mostram que a formação rochosa é apenas um monte de pedras comum. As informações são do Daily Mail.
A "face" fica na região da Cydonia e tem alguns quilômetros de largura por poucos metros de altura. A similaridade com um rosto humano era causada pela posição do sol no momento em que a imagem foi capturada pela sonda Viking 1. As sombras nas rochas davam a impressão de se ver um rosto com olhos, nariz e boca.
A Nasa afirma que a imagem foi uma das muitas capturadas enquanto a Viking 1 procurava um local para o pouso da Viking 2. Outros registros feitos nos anos 90 e em 2001 também não mostravam a suposta face, o que desmentiria as teorias de conspiração.
Por outro lado, os que acreditavam na teoria afirmaram que o clima do planeta vermelho teria apagado as feições humanas e por isso as sondas mais recentes não conseguiram registrá-las. Ver a face humana em objetos inanimados é chamado de "pareidolia". A reportagem afirma que o astrônomo Carl Sagan afirmava que o ser humano procura faces humanas em qualquer lugar possivelmente por causa do nosso instinto de sobrevivência.
A "face" foi registrada nos anos 70 pela sonda Viking 1
Imagem digital mostra a formação rochosa por outro ângulo
Equipe responsável pela sonda divulgou outra imagem, feita com cores falsas

Fonte: Terra