12 de out de 2012

Possível Abdução Filmada



Agora lhes trago um vídeo no mínimo muito curioso (Apesar de já ser um pouco "antigo"). Trata-se de uma possível abdução filmada. SIM! Isso mesmo!

Primeiro, assistam ao vídeo:


A história, o homem sai às 11:16 ao portão um flash aparece. A câmera volta à 1:06 com o cara vomitando no chão.
OBS: Toda essa produção do vídeo cinematográfica do vídeo, não tem nada a ver com o vídeo em questão. Trata-se apenas de uma abertura. Nesse canal do YouTube, os vídeos geralmente começam dessa forma. Espero que vocês lembrem disso ao comentar. :)

Antes das análises feitas, eu cria que o vídeo era real. Porquê? Vamos a lógica: geralmente quando há uma manifestação ufológica os aparelhos tendem a falhar. Usualmente, quando alguém está prestes a ser abduzido, ele sente uma enorme vontade de seguir para determinado lugar sem saber o porquê, e lá encontram seu destino. Entretanto, isso não pode ter acontecido. O rapaz pode apenas ter ido ao lado de fora fumar um simples cigarro, quem sabe?
Quanto à hora na câmera, eu não sei se foi corte para não ficar esperando duas horas até o indivíduo reaparecer ou se foi uma dilatação temporal. É sabido, também, que os extraterrestres possuem tecnologias de dilatação temporal. A exemplo, posso citar um caso ocorrido no Chile muito famoso na casuística ufológica mundial. É o caso do Cabo Valdés.
Num determinado instante, a patrulha observou duas luzes que desciam lentamente do céu e se aproximavam do acampamento. Valdés ordenou que apagassem a fogueira e reuniu seus homens em posição de combate. O estranho objeto luminoso aproximou-se do acampamento à baixa altitude iluminando todo o local. Nesse momento, o cabo se levantou e se dirigiu até a luz. Foi então que repentinamente Valdés desapareceu.
Passados 15 minutos, o cabo reapareceu dizendo coisas desconexas e logo desmaiou, perdendo os sentidos. Recuperou-se logo e disse: “Vocês não sabem quem somos e nem de onde viemos, porém lhes digo que logo voltaremos”, Depois de dizer isso, voltou a perder os sentidos, recuperando-os somente às sete da manhã do outro dia. Ao ver seu relógio, notou que ele estava parado às 04:30h de cinco dias adiante, ou seja, ao invés de marcar 25 de abril, marcava 30 de abril de 1977. Além disso, antes da experiência o cabo tinha a barba feita e, 15 minutos depois, ao voltar ao acampamento, tinha uma barba abundante de cerca de uns cinco dias. 


Não só esse, mas também tem o caso de Travis Walton e outros diversos.
Quanto às imagens, a minha vista não treinada em computação gráfica (CG), meu instinto (que de nada vai adiantar nisso) e a minha razão, ao vê-las, me deixaram com uma enorme dúvida. Então, decidi deixar isso para uma pessoa mais treinada. Um profissional. Esse foi o papel desempenhado pela analista que aparece no vídeo, o que, segundo ela, parece ser real. Por eu não saber nada sobre CG e falsificação, baseado na análise dela, creio que a gravação tenha sido real.

É isso pessoas! Espero que tenham gostado. E se não gostaram, não tem problema também. :)
E aí? Vocês acreditam? :)

Fonte: IÉB