16 de jul de 2011

O homem que nunca dormiu

cadeira
Al Herpin desafiou os cientistas de sua época ao ficar conhecido como o homem que nunca dormiu.
Nascido em 1853, em New Jersey, Herpin afirmava ter desenvolvido um tipo raro de insônia que o impossibilitava dormir. A causa era desconhecida, mas poderia estar ligada a um ferimento grave que sua mãe sofrera dias antes de seu nascimento.
No final da década de 1940, seu caso conseguiu atrair a atenção de médicos que foram até onde ele vivia. Chegando lá, os médicos não encontraram cama e nem mesmo colchão, somente uma cadeira de balanço.al herpin
Al Herpin dizia que após um longo dia de trabalho ele apenas descansava na cadeira, lendo jornal até o dia amanhecer para, então, voltar ao trabalho. Gozava de boa saúde e tinha um nível de consciência elevada, desafiando a compreensão científica da necessidade de sono.
Ele morreu aos 94 anos sustentando sua afirmação de que nunca havia nem mesmo cochilado e é possível que sua morte não esteja relacionada à privação do sono.
Não existe registro de nenhuma outra pessoa com insônia total que tenha vivido por tanto tempo.