22 de jan de 2011

Um Salto no Espaço e no Tempo


No dia 04 de dezembro de 1970, Bruce Gernon Jr., pilotava seu pequeno avião Beechcraft Bonanza tendo seu pai como co-piloto. Logo após terem decolado das Bahamas com destino a Palm Beach na Flórida, avistaram uma estranha nuvem em forma de charuto. Gernon disse ter acelerado abruptamente seu avião a fim de desviar daquela espessa nuvem, mas mesmo assim a nuvem veio a seu encontro e o envolveu.

Dentro dela ele disse ver um pequeno túnel, onde tentou mergulhar na esperança de sair no céu claro que ele via ao final. Mas aquela não era uma nuvem comum. As paredes dentro dela eram de um branco resplandecente com pequenas nuvens brancas girando no sentido horário, lá dentro o avião pareceu ganhar velocidade e durante alguns s 
egundos, Gernon e seu pai experimenteram uma sensação de falta de peso.

Em seguida o avião saiu daquele túnel e entrou numa névoa verde esbranquiçada e não no céu azul que ele via no final do túnel. Gernon entrou em pânico, pois não conseguia descobrir sua posição, a bússola girava em sentido anti-horário. O equipamento de navegação deixara de funcionar e ele não conseguia restabelecer contato com as estações de radar em terra.

No meio daquela névoa, Gernon avistou uma ilha e calculou pelo tempo de vôo que fosse Bimini. Mas para sua surpresa acabou constatando que se tratava de Miami Beach. O que deveria ser praticamente impossível, pois ele voara um pouco mais da metade do tempo previsto. Depois de pousar em Palm Beach, Gernon conferiu o relógio e constatou que havia gasto menos de 45 minutos numa viagem que levaria no mínimo uma hora e quinze minutos, ele também constatou que havia gasto 12 galões de combustível a menos do que o normal.

Seriam Gernon e seu pai sobreviventes do temível Triângulo das Bermudas? Será que os dois tiveram uma rápida viagem no tempo? Ou a nuvem em formato de charuto seria uma nave alienígena e ambos foram vítimas de uma abdução??...