5 de jan de 2011

O Caso Frederick Valentich

No dia 21 de Outubro de 1978 ,o piloto Frederick Valentich decolou para um vôo para nunca mais voltar.Valentich era um piloto experiente que havia realizado dezenas de viagens aéreas entre Victoria e a Ilha de King, que se localiza na Austrália, com seu avião Cessna.

Valentich planejou seu vôo antecipadamente.Havia planejado passar sobre o Cabo Otway,para acabar chegando ao estreito de Bass.

Seu avião deixara o aeroporto de Moorabbin ás 18:19,exatamente,Para um vôo que não duraria mais de 90 minutos. Quando passava sobre o Cabo Otway, Valentich comunicou a torre de controle aéreo, por volta das 19:00 horas, informando que se encontrava à cerca de 4.500 pés de altura, sobre o mar. Nesta ocasião, as condições de tempo estavam perfeitas.

Ao cair da noite,mais prescisamente às 19:06,Valentich contatou a torre de controle, com a voz calma e sem demonstrar qualquer distúrbio, perguntando ao controlador em operações sobre estranhas luzes que estava observando a alguns quilômetros a sua frente.

Agora leia a conversa entre Valentich e o controlador.

FREDERICK – Melbourne, aqui é Delta Sierra Juliete. Há algum tráfego abaixo de mim a 5 mil?

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, não há nenhum tráfego conhecido.

FREDERICK
 – Delta Sierra Juliete, parece ser uma grande aeronave abaixo de mim 5 mil.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, que tipo de aeronave é essa?

FREDERICK – Delta Sierra Juliete, aqui. Eu não posso precisar. Apresenta 4 luzes. É como as luzes de pouso de uma enorme aeronave.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete.

FREDERICK – Melbourne, aqui Delta Sierra Juliete. A aeronave acaba de passar sobre mim a pelo menos mil pés.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". E é uma grande aeronave? Confirme.

FREDERICK – Desconheço devido à sua velocidade. Existe alguma aeronave da Força Aérea nas vizinhanças?

CONTROLE – Delta Sierra Juliete. Não há nenhum tráfego nas vizinhanças.

FREDERICK – Melbourne, está se aproximando agora, vindo do leste na minha direção.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete.

FREDERICK – (microfone se abre por dois segundo e volta a se fechar em torno de seis a sete segundos) Delta Sierra Juliete, aqui. Me parece que a coisa está jogando algum tipo de jogo. Está voando duas ou três vezes a velocidade que eu não posso identificar.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Qual o seu nível atual?

FREDERICK – Meu nível atual é 4,5 mil; 4,5,0,0.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete. E você confirma que não pode identificar a aeronave?

FREDERICK – Afirmativo.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Aguarde.

FREDERICK – Melbourne, aqui Delta Sierra Juliete. Aquilo não é uma aeronave; aquilo está...(microfone se mantêm aberto por 2 segundos e fecha)

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, você pode descrever a aeronave?

FREDERICK – Delta Sierra Juliete, aqui. Quando passa, parece ser enorme, comprido...(microfone aberto por mais 3 segundos)...não posso identificar mais que... aquilo é muito rápido...(microfone aberto por mais 3 segundos)...está bem na minha frente agora, Melbourne.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Me informe qual o tamanho que o objeto pode ter.

FREDERICK – Delta Sierra Juliete, Melbourne. Parece que está estacionário. O que eu estou fazendo bem agora é orbitar, e a coisa está orbitando sobre mim também; a coisa tem luzes verdes e algum tipo de superfície metálica, pois toda ela brilha por fora.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete.

FREDERICK – Delta Sierra Juliete aqui...(microfone aberto por 5 segundos)...a coisa simplesmente desapareceu.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete.

FREDERICK – Melbourne, vocês saberiam informar que tipo de aeronave é aquela? Seria uma nave militar?

CONTROLE – Delta Sierra Juliete. Confirme que a aeronave desapareceu.

FREDERICK – Repita por favor...

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, a aeronave ainda está aí com você?

FREDERICK – Delta Sierra Juliete. Está...oh...não...(microfone aberto mais 2 segundos). Está agora se aproximando, vindo de sudoeste.

CONTROLE – Delta Sierra Juliete.

FREDERICK – Delta Sierra Juliete, aqui. O aparelho é muito estranho...agora eu o tenho a 23 ou 24...e a coisa está...

CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Quais são as suas atitudes agora?

FREDERICK – Minha atitude agora é para a Ilha King, Melbourne... aguarde... a estranha aeronave está sobrevoando-me agora, bem acima, novamente... (microfone aberto por 2 segundos)... está acima de mim e não é uma aeronave...

CONTROLE – Delta Sierra Juliete.

FREDERICK – Delta Sierra Juliete, Melbourne... (fim das comunicações após 17 segundos de ruídos metálicos de origem desconhecida).

.
Apesar dos esforços não foi encontrado nem o avião nem o piloto-comose o avião e o piloto fossem desintegrados em pleno ar.Pela conversa entre o controlador e Valentich,supõe-se que Frederick tenha encontrado um UFO em pleno ar.Até hoje não há explicação racional para esse caso.


Créditos das Imagens: INFA






Fonte: http://www.ets-e-ovnis.com/2009/01/o-caso-frederick-valentich.html