25 de nov de 2010

Dados Desconcertantes Sobre as Pirâmides

 

O Egito começou a ser mapeado, na época da dominação por Napoleão. Os exploradores franceses escolheram então a Grande Pirâmide como ponto de partida para a triangulação, mas nunca imaginaram o que iriam descobrir...
       Os exploradores perceberam que se continuassem as linhas diagonais da base da pirâmide, o Delta do Nilo seria perfeitamente enquadrado. Perceberam também que o meridiano passa exatamente no ápice da pirâmide, cortando o Delta em duas partes iguais. Foi constatado então que a pirâmide foi construída alí com algum propósito definido (o qual ainda não sabemos). Mas suas descobertas não pararam por aí...
       Mais tarde foi descoberto que se o perímetro da base for dividido pelo dobro da sua altura, obtém-se o número 3,14159 (pi), e que ela esta centrada no paralelo 30, o que por si só já é curioso, uma vez que ele separa a maior parte da superfície de terra do planeta da maior parte da superfície de oceano.
       Sabe-se hoje também, que a partir da face norte da pirâmide, do fim da galeria que leva à camara real, através de milhares de toneladas de pedras perfeitamente encaixadas, sai uma linha que aponta diretamente para a estrela polar.
       A altura da pirâmide, multiplicada por um bilhão, dá a distância da Terra ao Sol e a medida de cada lado da pirâmide, em côvados, é o número de dias do ano. Estão também registrados na pirâmide, o peso da Terra e a medida das circunferências polares.
       É como se a Grande Pirâmide fosse um grande repositório de dados, ou uma espécie de biblioteca onde os antigos que a construíram, ali gravaram conhecimentos avançadíssimos.
       Sobre a Grande Pirâmide, ficam as perguntas: quando? como? por que? e por quem?...