24 de mai de 2011

Seca revela túmulo imperial do século 14 na China

A forte seca que atinge o centro e o leste da China permitiu o descoberta no leito de um lago de um túmulo imperial de seis séculos de antiguidade, informou no domingo a agência oficial Xinhua.
Para os arqueólogos, o túmulo foi construído por volta do ano 1386 pelo imperador Zhu Yuanzhang, fundador da dinastia Ming (1368-1644), em uma região agora ocupada pelo lago Hongze, que devido à falta de chuva diminuiu de volume.
A sepultura foi inundada em 1680, quando o rio Amarelo, o segundo mais longo da China, mudou seu leito e uniu-se ao rio Huai (desde então, seu principal afluente), alagando a área (o Amarelo teve seu curso alterado diversas vezes).
Os especialistas revelaram que em 1960 outra forte estiagem apontava para presença de restos arqueológicos no lago. Naquela época, no entanto, a água não diminuiu tanto quanto agora para deixar à mostra toda a estrutura.
Fonte: Folha.com