2 de mar de 2011

As grandes civilizações do passado tinham a mesma raiz genética.





Se compararmos esses painéis de faraós egípcios c/ os crânios gigantes encontrados nos Andes, podemos ter certeza que as grandes civilizações do passado, tinham a mesma raiz genética, em comum, independente das distâncias geográficas. O desenho do crânio, assim como mãos incomuns, confirmam a herança genética extraterrestre da humanidade.


Fêmur encontrado na Turquia e exposto em museu do Texas/EUA

Os gigantes deixaram suas marcas de um hemisfério à outro. Essa ruína de uma cabeça de pedra foi encontrada na Antártida

Nesse painel pode-se ver a presença de um alien do tipo grey. Qual a relação entre os Anunnaki e os grey?


Painéis de templos egípicios mostrando claramente glifos de OVNIs. Certamente as ancestrais nações da Terra estavam bem familiarizadas c/ a atividade extraterrestre.


Painéis mostrando o faraó Akhnaton e sua esposa. As outras pessoas menores, poderiam passar por crianças, mas pode-se observar que possuem corpos definidos c/ estruturas de adultos. Logo, o faraó e sua esposa eram gigantes Anunnaki ou descendentes diretos.



Pegadas fossilizadas, achadas nos EUA

Machados gigantes, encontrados no Iraque e uma gigantesca face de pedra cravada no meio de uma selva da Guatemala. Quem mais poderia ter produzido tais artefatos, senão humanóides gigantes?


Machados gigantes, encontrados no Iraque e uma gigantesca face de pedra cravada no meio de uma selva da Guatemala. Quem mais poderia ter produzido tais artefatos, senão humanóides gigantes?