2 de mar de 2011

10 piores desastres naturais


Clique para aumentar!


Introdução sobre os piores desastres naturais





Domar a natureza é um dos mais antigos sonhos do ser humano. Ao longo da história ele tem tentado entendê-la e controlar seus fenômenos. Graças ao pensamento científico, a humanidade tem conseguido importantes progressos nesse sentido. Mas as forças naturais, mesmo quando se conhece de que forma atuam, continuam muitas vezes imprevisíveis e quase sempre bem mais poderosas do que qualquer tecnologia desenvolvida pelo homem. Em apenas uma década do novo milênio, três tragédias naturais provaram isso: o furacão Katrina que devastou Nova Orleans (EUA), o tsunami que varreu o sudeste asiático e o terremoto que destruiu o Haiti.

Deslocamento das placas tectônicas,erupções vulcânicas e fenômenos climáticos cataclísmicos mostram que quando a Terra necessita de algum ajuste geológico ela pouco se importa com as criaturas que vivem em sua superfície. Nas próximas páginas, descubra quais foram os dez desastres naturais mais mortíferos desde o surgimento da civilização.



10. Explosão vulcânica do Taupo






10 desastres naturais
© iStockphoto.com /Keith Reicher
Hoje ele é um pacato lago, cheio de atrativos turísticos para quem vai pescar ou se deslumbrar com a paisagem. Mas há cerca de 1.800 anos ele foi o palco da maior erupção do planeta nos últimos cinco milênios. Numa região vulcânica no norte da Nova Zelândia, as águas do Lago Taúpo cobrem atualmente uma série de antigas crateras.
Segundo estimativas dos cientistas a explosão vulcânica do Taupo em 180 d.C. produziu cem quilômetros cúbicos de material entre lava e cinzas, atingindo o índice 7 na escala VEI (que vai de 0 a 8), o que lhe rendeu a classificação de erupção supercolossal.






9. Erupção do Tambora






10 desastres naturais
NASA/JSC
Em 1815, cerca de 92 mil pessoas morreram por causa da erupção do vulcãoTambora, na Indonésia. Atualmente adormecido, o monte Tambora de 2.815 metros de altura perdeu boa parte do seu topo com a violência da erupção. Antes dela, o tamanho do vulcão chegava a 4.300 metros. Cerca de dez mil pessoas morreram imediatamente por conta das lavas, deslizamentos e tsunamis. Mais de 80 mil pessoas morreram em função de doenças e da fome causadas pela destruição que a erupção provocou. Cerca de 35 mil pessoas perderam suas casas.


8. Terremoto em Dangham

A região de Damghan fica no norte do Irã e lá está a que deve ser a mais antiga mesquita do país, construída no século 9. Damghan era a capital da província de Qumis no século 18 quando foi atacada e destruída pelos afegãos.






10 desastres naturais
© iStockphoto.com / Jeroen Peys
Mais de um século depois, em 22 de dezembro de 1856, a região voltou a ser destruída, desta vez por um intenso terremoto que matou cerca de 200 mil pessoas

7. Terremoto no Haiti

O país mais pobre do Hemisfério Ocidental sofreu um terremoto de magnitude 7 em 12 de janeiro de 2010. Como o epicentro do abalo sísmico foi próximo à capital e mais populosa cidade do país, o nível de destruição foi devastador.






10 desastres naturais
© iStockphoto.com / Steve Lindridge
As precárias construções em Porto Príncipe, capital do Haiti, contribuíram para a dimensão da tragédia

Estima-se que 200 mil pessoas morreram, 300 mil ficaram feridas e mais de um milhão de pessoas acabaram desabrigadas.

6. Terremoto de Aleppo

No ano 1138, a região de Aleppo na Síria, uma das principais rotas comerciais entre o mundo árabe e os países mediterrâneos, foi palco de uma das maiores catástrofes naturais da história.






10 desastres naturais
© iStockphoto.com /Syagci
Vista atual da região de Aleppo na Síria

Um violento terremoto em 9 de agosto deixou como saldo cerca de 230 mil mortos.

5. Terremoto em Tangshan






10 desastres naturais
Hebei Provincial Seismological Bureau
Um terremoto de magnitude 8, na noite de 28 de julho de 1976, quase varreu do mapa a cidade de Tangshan, localizada a cerca de 100 km de Pequim, na China. Com um importante parque industrial e muitas minas de carvão a cidade informou oficialmente que 242 mil pessoas morreram com a catástrofe. No entanto, estima-se que essas mortes superaram a 650 mil habitantes. Mais de 700 mil pessoas ficaram feridas e a extensão dos danos materiais chegou até Pequim.




4. Tsunami no Oceano Índico






10 desastres naturais
© iStockphoto.com / Jumay Designs
Rastro da destruição causada pelo tsunami, na praia de Panang, na Malásia
No Natal de 2004, ondas de 30 metros de altura se formaram no Oceano Índico em função de um terremoto submarino que aconteceu na costa da ilha indonesiana de Sumatra.
Durante sete horas após o tremor ondas gigantescas se formaram e atingiram a costa de países desde a costa leste da África até o sul e sudeste da Ásia.
O tsunami, como é chamado esse fenômeno provocou a morte de cerca de 430 mil pessoas.










3. Ciclone de Bhola






O ciclone tropical Catarina, visto da Estação Espacial Internacional
NASA
Uma enorme tempestade que se forma como um redemoinho sobre as águas do oceano e que traz com ela ventos e chuvas muito fortes chama-se furacão, quando forma-se sobre o Oceano Atlântico, tufãose nasce sobre o Pacífico eciclone quando surge no Oceano Índico.
Foi uma dessas que em 12 de novembro de 1970 atingiu Bangladesh e a Índia com ventos superiores a 200 km/h. Estima-se que pelo menos 300 mil pessoas tenham morrido por conta desse ciclone.




2. Terremoto de Shaanxi






10 desastres naturais
© iStockphoto.com /Grafissimo
Em 23 de janeiro de 1556 a província de Shaanxi (ou Shensi), na China, sofreu um terremoto devastador que foi o mais mortífero de todos até agora. Cerca de 830 mil pessoas morreram nessa tragédia.
O abalo sísmico foi de magnitude 8 e causou a morte de 60% da população local. Shaanxi tem três regiões naturais distintas: uma área montanhosa ao sul, um planalto ao norte e ao centro o vale do rio Wei. É justamente essa região do vale, onde se concentra a população, a mais sujeita a terremotos.






1. Enchentes dos rios Hwang Ho e Yang Tsé






10 desastres naturais
© iStockphoto.com / Eglinston
Apesar do poder devastador dos terremotos, o mais mortífero dos desastres naturais ocorridos na história da civilização foram asenchentesque atingiram as margens dos rios chineses Yang Tsé, Hwang Ho e Huai. Em 1887, a quantidade de chuvas fez o Huang He transbordar ao longo de 130 quilômetros e causou a morte de cerca de 900 mil pessoas. Algumas décadas depois, em 1931, novas inundações ao longo do Hwang Ho, Yang Tsé e Huai causaram entre 2,5 milhões e 4 milhões de mortes.