11 de fev de 2011

Arqueólogos acham complexo subterrâneo em Teotihuacán

Imagem esquemática de túnel que leva a uma série de galerias sob o templo de Quezalcoatl, em Teotihuacán
Arqueólogos mexicanos localizaram um complexo subterrâneo sob a pirâmide de Quetzalcoatl, no sítio arqueológico de Teotihuacán, no centro do México, onde podem estar sepultados vários governantes da época pré-colombiana, informou o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH).
Um grupo de cerca de 30 arqueólogos encontrou "a entrada de um túnel que leva a uma série de galerias sob o Templo da Serpente Emplumada (Quezalcoatl), na zona arqueológica de Teotihuacán, onde podem estar sepultados os corpos de governantes", disse Sergio Gómez, diretor do projeto.

Já foram escavados cerca de 12 metros, mas a entrada do túnel está a 14 metros sob a terra e seu interior mede em torno de cem metros de comprimento, com uma série de câmaras subterrâneas.

O túnel, fechado pela população de Teotihuacán há cerca de 1.800 anos, foi descoberto com uma sofisticada tecnologia de georadares e scanners a láser, que criaram um mapa tridimensional.

O complexo é anterior à construção do templo de Quetzalcoatl e as escavações já permitiram encontrar milhares de pequenos ornamentos fabricados com concha, jade importado da Guatemala, ardósia e obsidiana, que eram jogados no local como oferendas.
Fonte: Folha.com