25 de jan de 2011

Hitler era parceiro de alienígenas?






Navegando pela grande rede me deparei com uma teoria para lá de curiosa. Adolf Hitler teria contado com ajuda de ETs para desenvolver seu complexo arsenal de guerra! Cientistas nazistas teriam, graças a assessoria de alienígenas, desenvolvido com sucesso armas nucleares e outros armamentos mais leves, bem como atingido excelência em diversos setores da área tecnológica.
Mesmo antes de Hitler chegar ao poder, alemães desenvolveram projetos para encontrar as origens dos lendários arianos e obter a localização exata de Shambala, uma terra mágica descrita em textos antigos cujos habitantes seriam criaturas bem mais superiores do que as pessoas comuns no que se refere a sabedoria e capacidades físicas.
Para isso, foram enviadas missões ao Himalaia e ao Tibete e, a partir de 1933, quando os nazistas chegaram ao poder, o número delas aumentou consideravelmente. As atividades secretas se intensificaram entre 1935 e 1939. Os documentos que relatam as missões, entretanto, foram destruídos antes da queda do III Reich ou estão sendo mantidos em sigilo pelos países que venceram a Segunda Guerra Mundial.
Mas onde entram os ETs na história? Muitos ufologistas acreditam que em alguma das expedições os cientistas nazistas teriam encontrado alguma nave espacial alienígena e feito contato com a tripulação. Alguns chegam a acreditar que alienígenas tenham sido feito prisioneiros - bom, como sabemos que Hitler adorava um campo de concentração, essa versão até que tem certo sentido.

A maioria acredita, porém, que o contato tenha sido benéfico para ambos: os ETs conseguiram equipamento para consertar sua nave e os alemães tiveram acesso a novas tecnologias e conhecimentos que escapavam aos inimigos que combatiam em várias frentes.
Os defensores da teoria a sustentam afirmando que só algo fora do comum pode explicar o fato de a Alemanha sair do caos econômico e social em poucos anos e se transformar na maior potência mundial, muito à frente de EUA e União Soviética.
Até meados da década de 30, a Alemanha possuía apenas 57 submarinos. Mas, nos quatro anos da Segunda Guerra, o país construiu 1.163 superavançados submarinos e os colocou em operação rapidamente. Além disso, os nazistas construíram o primeiro avião à jato que poderia atingir a velocidade de 1.000 quilômetros por hora, muito superior a qualquer aeronave dos aliados. Mesmo quando estava para capitular, em 1945, o regime de Hitler conseguiu construir 2.000 novas máquinas de guerra.
Os arquivos das forças aéreas dos EUA e da Grã-Bretanha têm grande número de relatos de pilotos descrevendo contato com "estranhos" aparatos aéreos quando sobrevoavam a Alemanha. Eles foram descritos como discos voadores. Os pilotos contaram que disparam de forma certeira contra os UFOs e nenhum dano foi registrado nas aeronaves.
A polêmica ganhou mais molho quando Raul Streicher deu um depoimento sensacional à revista "Der Spiegel", em 2000. O homem, então com 85 anos, disse que ele - e não o soviético Yury Gagarin - havia sido o primeiro homem a entrar em órbita! Segundo ele, isso teria acontecido em 1945. Diante da afirmação inusitada, a publicação lançou uma minuciosa investigação nos arquivos alemães e, de acordo com ela, Streicher não estava mentindo!
Após intensas pesquisas, um primeiro foguete foi lançado, segundo a "Spiegel", em 18 de fevereiro de 1945, levando a bordo Martin von Dulen, mas o aparato acabou explodindo. Seis dias depois, uma nova tentativa, desta vez bem-sucedida. o astronauta Streicher orbitou a Terra e desceu em águas do Japão, aliado da Alemanha.
Mentira? verdade? Delírio? Bom, deixo para vocês a conclusão...

FONTE: O GLOBO em 31/05/2007
Para acessar o site da matéria clique aqui


Matéria retirada do blog Mistérios da Humanidade