27 de dez de 2010

Astrônomo do SETI diz que devemos procurar por máquinas alienígenas - Será?


Robôs e seres com características artificiais sempre estiveram presentes na casuística ufológica, embora muito menos freqüentemente que criaturas aparentemente biológicas, como nós humanos. Agora uma figura-chave do programa de Busca por Inteligência Extraterrestre (SETI), o astrônomo Seth Shostak, afirma que a busca desse projeto deveria ser focada em encontrar máquinas alienígenas inteligentes.

Na edição de novembro/dezembro do veículo Acta Astronautica, Shostak irá publicar um artigo intitulado “Como os ETs irão se parecer, e porque devemos nos importar com isso”. No texto, ele argumenta que o SETI poderia ser mais bem sucedido se mudasse sua estratégia, de focar na procura por civilizações biológicas para buscar inteligências artificiais. Em resumo, deveríamos procurar máquinas extraterrestres.
Ele explora a evolução de nossa visão sobre os alienígenas. Há perto de um século, a comunidade científica debatia como provar a existência de construtores de canais em Marte. Hoje, os cientistas falam em procurar por micróbios marcianos no subsolo do planeta. Shostak argumenta que semelhante mudança de paradigmas deveria ocorrer na procura por inteligência extraterrestre, pois considera a vida biológica apenas uma forma de transição. Para Shostak, mesmo o papel da própria humanidade terrestre talvez seja preparar o caminho para seus sucessores, versões extremamente evoluídas de nossas máquinas.
veja mais em