30 de nov de 2010

Estamos preparados?

Se nos encontrarmos com os nosso vizinhos estrelares como seriam suas aparências? Seriam semelhantes a nós? Ou serão monstros terríveis de filmes de ficção científica? Como que você se influência ao ver tantas versões sobre a vida fora da terra? Estas são apenas algumas das questões que foram discutidas em uma conferência de dois dias a partir de segunda-feira 25 de janeiro no The Royal Society, em Londres. O encontro debate a detecção de vida extra-terrestre e as conseqüências para a ciência e para sociedade.

Os astrônomos são capazes de detectar planetas que orbitam outras estrelas, onde a vida poderia existir, e a cada geração novas evidências surgem. Se um dia verificarmos que realmente não estamos sós no Universo, o futuro da humanidade se afetará por isso precisamos estar preparados.

Os destaques da conferência incluem o professor Simon Conway Morris FRS em predizer como seria a vida extra-terrestre, professor Albert Harrison sobre o que a realidade das respostas humanas a inteligência extra-terrestre pode ser e o ganhador do prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina Christian de Duve que falará sobre a vida como um imperativo cósmico.

Responda nos comentários: Na sua opinião seres extraterrestres tem semelhanças físicas e geneticas com seres humanos, ou de acordo com o meio natural de seu planeta variações ocorreram e estes não se parecem com Humanos ?